Em 2016, fui convidado a participar do projeto Alfabeto do Samba que, em comemoração dos 100 anos do Samba, reuniu diversos artistas brasileiros para retratar grandes sambistas. A ideia é que ambos os artistas, ilustradores e músicos, tivessem as mesmas iniciais no nome ou sobrenome. 
Com muita honra, recebi a tarefa de retratar Jorge Aragão, um dos maiores nomes do Samba nas últimas décadas. Escolhi abordar duas vertentes do artista, que além de músico é também compositor. Para isso, trouxe um trecho da canção "Malandro", composta por Jorge Aragão e Jotabê e que foi gravada pela incomparável Elza Soares em 1976, o que fez com ele despontasse no cenário nacional.
O projeto, idealizado por Redson Silva, continua ativo e já fez pequenas exposições em eventos como o Samba do Sol, na Casa das Caldeiras (nov/2016). Para ficar por dentro, basta acompanhar as postagens no
Facebook e no Instagram. Vale a pena, só tem gente boa envolvida!

Veja também